Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
texto busque no sitetexto busque na web

Eu Ajudo a Salvar Vidas

AnteriorPróximo
« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraPublicação:
ImprimirReportar erroTags:coquetel, valorizar, grupos, criamos, quando, voluntariado, defendemos e estimular858 palavras13 min. para ler
Eu Ajudo a Salvar VidasVer imagem ampliada
Campanha ‘Eu Ajudo a Salvar Vidas’


O ato de doar merece, por si só, reconhecimento e aplauso. Através do gesto altruísta e generoso, pessoas dedicam um pouco do seu tempo e um pouco de si, com o propósito anônimo de ajudar a salvar vidas, na grande maioria das vezes, vidas de pessoas desconhecidas.Uma ação coletiva entre Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho, Unimed Erechim, em parceria com o Instituto Unimed, Associação Médica do Alto Uruguai e o colegiado das Primeiras Damas da AMAU, lançaram a campanha “Eu ajudo a salvar vidas”. A solenidade aconteceu na tarde de terça-feira, 25 de julho, no anfiteatro Dr. Sérgio Benito Maccagnini e reuniu cerca 140 mulheres da região. A campanha é uma ação voluntária da doação de sangue, como também visa arrecadar recursos financeiros para a manutenção e a operacionalização do serviço hemoterápico regional do Banco de Sangue. O Banco de Sangue é uma entidade privada, sem fins lucrativos, de caráter filantrópico que atua na região de abrangência da AMAU. É o único serviço de Saúde que atua no ramo hemoterápico na região, que compreende os 32 municípios da AMAU, num contingente populacional de aproximadamente 230 mil habitantes.Tem por missão ajudar a salvar vidas e como unidade hemoterápico, coleta, processa, armazena e abastece os hospitais da região com padrões de qualidade de excelência.Esta ação coletiva busca sensibilizar e mobilizar a comunidade regional para disseminar essa importante iniciativa, que visualiza em cada cidadão um sujeito protagonista de um ato generoso e solidário.Além de conscientizar a população da importância da doação de sangue, a ação pioneira do Banco de Sangue, Unimed, Instituto Unimed, AMA e a AMAU, visa à comercialização de camisetas com o slogan da campanha “Eu Ajudo a Salvar Vidas”, no sentido de angariar recursos financeiros para fortalecer, qualificar e aprimorar os serviços hemoterápicos regionais. O valor da venda das camisas personalizadas será revertido integralmente ao Banco de Sangue.Na abertura do evento, fizeram parte da mesa e se pronunciaram, o presidente da Unimed Dr. Alcides Mandelli Stumpf, a coordenadora do Instituto Unimed Erechim, Dra. Ana Beatriz Cosel Zampieri, presidente da AMA, Dra. Jaqueline Buaes Graeff, a coordenadora das Primeiras Damas da AMAU, Silvana Bettega (primeira dama de Gaurama) e o administrador judicial do Banco de Sangue, Jackson Arpini.No encontro também aconteceu uma palestra com a consultora na área de responsabilidade social, formada em serviço social, artes cênicas, especialista em gestão de economia social e direito, Carmen Reis, que abordou o tema “Felicidade”, que une parceiros irmanados por uma causa nobre, de ajudar a salvar vidas, por meio da doação de sangue, que proporciona, também, aos doadores e receptores a felicidade.O presidente da AMAU, Beto Bordin, esteve presente prestigiando o evento, que visa estimular a doação de sangue e valorizar o Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho. “Defendemos muito o voluntariado, porque quando criamos os grupos de trabalho na AMAU, sejam em todas as áreas e departamentos, conselhos, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento sócio econômico da região. E este grupo das Primeiras Damas foi criado para participar, não apendas ao lado do prefeito, mas com ações e iniciativas em prol da população regional. Em nome da AMAU e de todos os prefeitos, parabenizo as Primeiras Damas pela organização deste grande evento e que continuem esse trabalho tão importante fazendo a diferença, não só por ser esposa do prefeito, mas pela importância da presença da mulher na sociedade, da liderança feminina para realizar ações sociais”.- Ainda, o presidente Bordin, destacou que é o momento de parabenizar pelo evento e agradecer a todos os envolvidos na organização, o administrador judicial do Banco de Sangue, Jackson Arpini, a Unimed Erechim, o Instituto Unimed, Associação Médica do Alto Uruguai e o colegiado das Primeiras Damas. “A AMAU está de portas abertas para estas iniciativas e somos parceiros para projetos desta envergadura”.O administrador judicial do Banco de Sangue, Jackson Arpini, em seu pronunciamento, falou que “nós estamos levando a partir deste ato a campanha para todos os 32 municípios da nossa região. Esta campanha renderá frutos do ponto de vista de ajudar a salvar vidas e, por consequência e necessidade, recursos financeiros para a entidade hemoterápica. Felizes os que semeiam, ficam alegres com os que colhem. Nós, o conjunto da sociedade hoje, está semeando uma ação, por mais singela que possa ser, com a participação de várias entidades, os que vão colher provavelmente estão em outras situações muito diferentes da nossa, numa UTI ou no leito de um hospital, vão colher vidas humanas. Isso nos alegra, isso nos traz felicidades”, concluiu Jackson.A coordenadora das Primeiras Damas da AMAU, Silvana Bettega, agradeceu o convite para participar deste evento especial. E destacou que “este momento foi criado para fortalecer o Banco de Sangue da nossa região. Nós mulheres que ainda vivemos em um mundo dos homens, acreditamos que esta é uma causa que devemos mostrar que somos sujeitos por uma causa tão nobre. Acredito que cada um de nós será sujeito e construtor nesta nova etapa para ajudar o Bando de Sangue”.No final foi feito a entrega dos kits com as camisetas para as Primeiras Damas e servido um coquetel.


Galeria de fotos

AnteriorPróximo
Ver imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliada
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it