Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
texto busque no sitetexto busque na web

Grupo Folclórico de São Torcato de Portugal

« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraPublicação:
ImprimirReportar erroTags:junho, portugal, coreografias, tempo, reciclagem, actividades, alarga e fama550 palavras8 min. para ler
Grupo Folclórico de São Torcato de PortugalVer imagem ampliada
Grupo Folclórico de São Torcato

 

S. Torcato é uma freguesia do concelho de Guimarães, com inúmeras tradições, nomeadamente na cultura do linho, tecido que, desde sempre, foi muito apreciado por todo o país, fazendo parte integrante dos “Linhos de Guimarães”. Independentemente desta riqueza agrícola havia, e ainda há, outras, que constituem grande fonte de tradições no meio rural. A sua condição geográfica é propícia à alegria e boa disposição, dada a variedade de vegetação que compõem o “Vale de S. Torcato”, cenário natural de grandes tradições.

À semelhança de outros exemplos, surge um grupo de pessoas dispostas a formar um grupo folclórico, para, nos seus tempos livres, darem a conhecer a cultura popular do povo de S. Torcato, respeitando integralmente os mais elementares princípios do folclore. Assim sendo, investigaram e recolheram, junto de pessoas conhecedoras do assunto e idosas, o modo de cantar e dançar, bem como o de trajar dos seus antepassados.

Depois de alguns entraves iniciais à fundação do grupo, actuam pela primeira vez em público em princípios de 1958. A partir de então não parou a sua actividade, desenvolvendo uma série de trabalhos e deslocações aos mais reputados festivais folclóricos nacionais e no estrangeiro e, em 1960, dá início à organização dos Festivais Folclóricos de S. Torcato. Neste vasto historial ganhou inúmeros troféus em festivais e concursos, que se encontram expostos na sede do grupo. Em 1973, depois de sofrer uma crise directiva, o grupo reestrutura-se novamente, formando uma nova direcção que dá novo alento aos elementos do grupo. Com força suficiente para continuar a sua actividade por muitos mais anos, procedem ao restauro dos trajes, à aquisição de diverso património cultural e etnográfico, à revisão das coreografias e, ao mesmo tempo, à reciclagem das suas actividades. Deste modo, alarga a sua fama e reputação, viajando por diversos países e em Portugal, levando aos quatro cantos do mundo a sua bela região do Baixo Minho. Como forma de agradecimento pelo bem feito pela terra, o Grupo Folclórico de S. Torcato é distinguido pela Câmara Municipal de Guimarães com a medalha de prata de mérito associativo. É o primeiro grupo folclórico do concelho a receber tal distinção.

O Grupo Folclórico de S. Torcato é considerado um dos maiores embaixadores da cultura popular de todo o distrito de Braga e o mais representativo do concelho de Guimarães. Procurou, ao longo destes anos, trabalhar no sentido de enriquecer cada vez mais o património cultural, respeitando os princípios da etnografia e coreografia, usos e costumes do povo da terra de S. Torcato. Nos seus espectáculos transmite a alegria e a riqueza da sua lendária terra. O espírito de iniciativa e capacidade empreendedora são as suas mais profundas características, sendo estas que motivam o Grupo Folclórico de S. Torcato a continuar a sua actividade.


Texto retirado do blog “Antepassados em Guimarães” da autoria de Avelina Maria Noronha.



 

O Grupo Folclórico de S.Torcato de Guimarães é membro Fundador da Federação do Folclore Portugues.

 

O Grupo Folclórico de S.Torcato de Guimarães  subiu ao palco pela primeira vez em Maio de 1957 e desde de aí, nunca mais parou as suas actuações.

 

Este grupo é organizador de um festival dos mais conceituados do nosso país que é, o Festival Internacional Folclórico de S.Torcato que se realiza no terceiro fim de semana do més de Junho.


Galeria de fotos

Ver imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliadaVer imagem ampliada
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it