Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
AcessibilidadeVer em LibrasCursor grandePausar animações

Saúde mental no trabalho em Entre Rios do Sul#

  1. Início
  2. Notícias
  3. Geral
  4. Saúde mental no trabalho em Entre Rios do Sul
🔀
Profissionais da UBS do município receberam um cuidado especial, por meio de uma terapia que visa auxiliar no esgotamento emocional, em períodos difíceis.
 
Pode parecer clichê, bater na mesma tecla e gritar aos sete ventos a importância do profissional da saúde na sociedade e principalmente, no momento atual que estamos enfrentando, em decorrência da pandemia da covid-19. Porém, não é exagero salientar que, sem a classe, não conseguiríamos encarar esse período de caos e isolamento social.
​Exaustos, desacorçoados e desmotivados, médicos, enfermeiras, agentes, assistentes sociais, psicólogas, serventes e demais funcionários dos hospitais e das Unidades Básicas de Saúde, tentam encontrar forças para seguir cumprindo as tarefas do dia a dia, em meio às pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, que precisam de atenção e suporte para se recuperarem da melhor forma possível. 

​O que muitos esquecem, é que, esses trabalhadores possuem família e uma vida fora do campo profissional, vida essa que muitas vezes é atingida com "respingos” da cansativa rotina de trabalho. Mas, qual o suporte que os órgãos responsáveis podem oferecer para cuidar daqueles que cuidam de todos?​
 
Fortalecimento da saúde mental dos funcionários

​Em Entre Rios do Sul, o executivo juntamente com a Secretaria de Saúde, buscou uma iniciativa para auxiliar nessa questão, contratando um grupo de profissionais que contribui no fortalecimento da saúde mental dos funcionários, por meio da terapia do Reiki. A psicóloga do município, Bruna Brugnera, conta que o objetivo da ação, foi reduzir o estresse e a ansiedade gerados nesse momento de pandemia a todos os funcionários e trabalhadores da saúde. "Eles estão trabalhando incansavelmente desde o início da pandemia e com muita dedicação. Então resolvemos proporcionar um momento de relaxamento a todos”, expõem. Ela ainda afirma que os resultados foram positivos. "Esse projeto contribuiu para o bem estar do funcionário e consequentemente, para um melhor atendimento para com a população. Sabemos que a qualidade do atendimento ao paciente depende do cuidado individual que temos conosco, sendo assim, se pudermos contribuir com a diminuição da ansiedade e do estresse do dia a dia do funcionário, isso refletirá também na população”, acrescenta a psicóloga.

​Bruna explica que, os transtornos mentais estão entre as principais causas de afastamento do trabalho. "Essa situação pode levar às mais variadas reações e distúrbios no corpo humano, como depressão, síndrome de Burnout, insônia, estresse, ansiedade, dores, esgotamento, sensação de incapacidade, entre outros”, relata. Com os resultados positivos da iniciativa, a psicóloga ressalta que, a pasta pretende adotar a medida como um projeto de saúde mental para os funcionários, que proporcionará um ambiente mais leve e agradável para todos que sempre colocam a vida dos pacientes em primeiro lugar. "É fundamental que a saúde seja preservada de forma preventiva, e não apenas nos momentos de crise. Uma saúde mental em dia, possibilita que o funcionário consiga aplicar todas as suas habilidades e competências de forma produtiva, além de ter a capacidade emocional necessária para suportar todas as adversidades e situações de estresse que fazem parte do exercício da profissão”, finaliza.
 
Projeto Terapia do Reiki

​As terapeutas Ana Lúcia Iarocz, Jo Fabris e Marlova Da Silva Sirena, integram o Projeto Terapia do Reiki – Saúde mental, proposto pelo Centro Integrado de Educação, Desenvolvimento Humano e Saúde (CIEDHS), coordenado pela terapeuta Transpessoal/holística, Marli Senger, de Erechim, que visa atender toda a região, seguindo o mesmo trabalho desenvolvido em Entre Rios do Sul. "Neste momento de pandemia, percebemos que as pessoas que trabalham com a saúde, são as mais afetadas, por estarem próximo da dor emocional e física, que este vírus tem causado. Ao chegar com a terapia do Reiki, sentimos o estresse, ansiedade, e o desequilíbrio emocional que se encontram. Ao final de cada atendimento, podemos perceber o quanto a terapia proporcionou o bem estar e o alívio, trazendo clareza”, descrevem as profissionais. "Nos sentimos extremamente gratas por essa troca de energias, com cada um que se permite cuidar um pouquinho de si mesmo”, acrescentam as terapeutas.
 
Renovação 

​Elenice trabalha na área da saúde há mais de 16 anos, como agente de saúde em Entre Rios do Sul, e conta que é muito realizada com sua profissão, entretanto, nestes últimos dois anos, tem sofrido com o estresse que a pandemia causou. "Quando fiquei sabendo que trariam a prática do Reiki para a UBS, achei uma ideia genial. Saí da sessão renovada com essa experiência, que até então eu não conhecia. Trouxe leveza, rejuvenescimento e vontade de continuar meu trabalho, com eficiência e um sorriso no rosto. A palavra para expressar o que eu senti é, gratidão!”, conclui a agente.


Outras opções
ImprimirReportar erroTags:saúde, estresse, terapia, reiki, mental, dia e funcionários755 palavras8 min. para ler

Compartilhar artigo:
CompartilharPin itPublicarRecomendar